Violeta genciana: descubra esse composto

A violeta genciana é um daqueles compostos baratos, simples e benéficos para a saúde, pele, cabelos e até mesmo para o tratamento de alguma doenças. A solução de violeta genciana é obtida através da extração de uma substância de uma planta que leva este mesmo nome. Apesar de ser muito conhecida pelo seu efeito no cabelo, seu uso vai muito além e você vai amar descobrir para que serve a violeta.

A violeta genciana tem ação antifúngica, antimicótica e também antisséptica no nosso organismo, sendo utilizada também como tratamento para problemas de pele e na saúde bucal, como por exemplo no tratamento para afta, por sua ação antibacteriana, atua na cicatrização das aftas e afecções bucais, podendo ser aplicada com auxílio de gaze de duas a três vezes ao dia.

Também serve para tratamento para candidíase. A violeta genciana é um ótimo combatente do fungo Candida, responsável por causar a candidíase. Ela pode ser utilizada como banho de assento, sendo diluída em água morna.

Tratamento para feridas: essa solução, se diluída em água, pode auxiliar no tratamento de feridas de pele e na prevenção de micoses e inflamações. Algumas vezes é utilizada também para tratar infecções nos mamilos causadas pela amamentação

Tratamento de queimaduras: é um ótimo agente para aliviar as ardências na pele causadas por erupções cutâneas, além de aliviar o aspecto vermelho na pele causado por essas erupções.

Matização e tintura dos cabelos: um dos usos mais comuns da violeta genciana é seu efeito na matização dos cabelos loiros, sendo uma ótima opção para tirar o aspecto amarelado dos fios. Você pode adicionar algumas gotas e diluir em um shampoo neutro ou em algum creme de hidratação. É importante lembrar que, se usada em alta quantidade, pode deixar os cabelos roxos.

Efeitos colaterais da violeta genciana

Se houver um uso prolongado e de alta exposição, a violeta genciana pode causar efeitos colaterais como

  • Úlceras
  • Coceiras intensas
  • Tingimento da pele
  • Irritações na pele
  • Ressecamento dos fios

Ela também é contra indicada em alguns casos, como os de gestantes e lactantes, onde não é recomendado o uso. Ela pode ser utilizada por lactantes quando em casos de infecções no seio, mas apenas com orientação médica e não ultrapassando o período e quantidade do tratamento. Pessoas com úlcera e com sensibilidade na pele devem evitar o uso da violeta genciana, uma vez que seus efeitos colaterais podem agravar a situação do quadro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *