Saiba mais sobre o chocolate!

Me diz alguém que não ama o queridinho chocolate? Em todas as suas versões, ao leite, meio amargo, branco, com cookies, essa delícia tem um lugar especial guardado no nosso coração. Mas também todo mundo sabe que o chocolate possui diversos tipos de gordura, e hoje vamos conhecer aqui as mais populares e seus benefícios ou malefícios para a saúde.

Créditos: reprodução

Gordura hidrogenada

Esse é o tipo de gordura que dá aquele famoso gostinho de vela, característico de chocolates mais baratos e populares. É a mais barata e fácil de produzir, por isso é usada aos montes pela indústria de doces, além do chocolate, ela também está presente em doces e sorvetes. Ela dispensa o uso da manteiga de cacau, que é substituída pelo óleo vegetal hidrogenado, e obviamente não é uma das alternativas mais saudáveis para o corpo. O alto consumo desse tipo de gordura pode causar o entupimento das artérias, problemas no cérebro, diabetes e obesidade.

Gordura fracionada

É feita com gordura vegetal de palma e é usada em coberturas, por ter uma textura mais fluída e aveludada, que facilita na hora de espalhar e modelar como quiser. Tem brilho mais intenso que o chocolate hidrogenado e seca em menos tempo. É muito usada em recheios de doces e para decorar bombons trufados ou pães de mel e não é muito consumida pura. Com seu consumo, pode elevar os níveis do colesterol ruim (LDL) e reduzir o bom (HDL).

Gordura nobre

Esse tipo de gordura é utilizada na fabricação dos chocolates mais nobres, que são usados nos chamados ”blends’. Ela possui grande quantidade de manteiga de cacau, rica em antioxidantes, e é a única a passar pelo delicado processo de temperagem. Esse processo é feito para dar brilho, textura e sabor ao chocolate, fazendo com que ele derreta na boca e nos faça apaixonar ainda mais por ele. As versões ao leite, branco, amargo, meio-amargo, extra-amargo podem ter gordura nobre, mas não em todos os casos.

Afinal essa gordura é ruim?

Comparando om alimentos que estão mais presentes no nosso dia a dia, não é que a gordura saturada do chocolate seja melhor, mas suas concentrações nele são menores, quando comparadas com as da carne. A gordura do chocolate ainda vem da manteiga de cacau e tem ácidos graxos com menor poder aterogênico, ou seja, menos riscos de elevar o colesterol “ruim” LDL. A carne, por mais que tenha uma gordura saturada de origem animal, também contém esses ácidos graxos, mas tem quantidades maiores dos que justamente elevam o colesterol.

E aí você gosta dessa delícia? Compartilhe aqui seus conhecimentos sobre o assunto 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *