Body Positive: Conheça o movimento do amor próprio

Nós, mulheres, estamos submetidas a um padrão esmagador que dita o que devemos vestir, quanto devemos pesar, quão femininas devemos ser. Isso nos induz a um sentimento devastador quando acessamos as redes sociais e percebemos que não nos encaixamos nas “normas de publicação”, mas o Movimento Body Positive surgiu para nos provar o contrário.

Pensando nisso, criamos este guia sobre o Body Positive, com a finalidade de te explicar o movimento, te apresentar a mulheres que amam seus corpos e dar dicas de como se tornar uma delas também.

Body Positive: significado

O termo “Body Positive” vem da união das palavras “corpo” e “positivo”, ou seja, trata-se da intenção de lançar um olhar positivo ao seu corpo, seja ele como for. Mas, na verdade, seu significado vai muito além disso.

O Movimento Body Positive incentiva um olhar de gratidão a nós mesmas. Nos estimula a valorizarmos o melhor que temos e parar de dar tanta importância aos defeitos. Aliás, o que são “defeitos”? E quem os enxerga?

É justamente o tipo de questionamento que o Body Positive nos traz: às vezes, o que você enxerga em mim como defeito, é o que faz eu me sentir mais linda! Assim, este movimento pode se resumir na ideia de que não importa o que a sociedade diga do seu corpo, importa, sim, o que você mesma pensa sobre ele.

A filosofia do movimento Body Positive

Nós sabemos: não é um processo fácil passar a enxergar como belo aquilo que faz a maioria torcer o nariz. Porém, é possível que as mulheres ajudem umas às outras nessa tarefa que leva tempo, mas que vale a pena. Por isso, confira alguns pontos que norteiam o movimento Body Positive:

1. Não se comparar às pessoas

Evitar criar comparações entre você e os outros. Isso pode colocar as pessoas em caixinhas. A verdade é que ninguém pode ser igual a alguém e, vamos combinar, ter detalhes diferentes pode ser muito interessante também.

2. Refletir sobre as próprias qualidades

Todo mundo tem defeitos, mas que tal inverter a ordem e fazer uma lista com as qualidades? Procure identificar as suas características positivas e passe a valorizá-las. Isso pode fazer valer aquele ditado de que, para os outros nos acharem bonitas, temos de nos acharmos maravilhosas primeiro.

3. Repensar amizades tóxicas

Seus amigos procuram defeitos em você? Criticam suas roupas? Opinam sobre seu corpo e te fazem pensar que há algo de errado contigo? Provavelmente, há algo de errado com suas amizades, isso sim! Mantenha por perto as pessoas que te incentivam a ser como você quiser. Além de dar um up na autoestima, será mais fácil identificar suas qualidades com pessoas positivas por perto.

4. Dizer não ao discurso de ódio

Contra os outros e contra você mesma! Para começar a enxergar sua beleza, tente enxergar a beleza dos outros também. Você vai notar como qualquer pessoa pode ter algo de bom para oferecer e que pode haver beleza em tudo!

5. Evitar seguir perfis que exibem o padrão vigente

Isso pode trazer danos à autoestima. É muito fácil colocarmos defeitos no nosso corpo quando tudo o que enxergamos se encaixa no padrão. Isso complementa a primeira dica, já que as comparações com outras pessoas podem impedir que sejamos o que queremos ser.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *